Medicna

Clasificado en Química

Escrito el en español con un tamaño de 18,29 KB

 

Amiodarona (injetável)

Forma de Administração
Via intravenosa

Indicações

ATLANSIL é indicado para distúrbios graves do ritmo cardíaco tais como:

- distúrbios do ritmo atrial com ritmo ventricular rápido fazendo suspeitar uma via de condução atrioventricular acessória;

- taquicardias do tipo 'Wolff-Parkinson-White';

- distúrbios do ritmo ventricular, sintomáticos e incapacitantes.

A forma farmacêutica solução injetável, está indicada quando há necessidade de resposta rápida ou quando a via oral não pode ser utilizada.

Contra-Indicações

ATLANSIL injetável é contra-indicado nos seguintes casos:

-hipersensibilidade ao iodo, à amiodarona ou a qualquer um dos excipientes da fórmula;

-bradicardia sinusal, bloqueio sino-atrial e doença do nó sinusal (sem que um marcapasso artificial esteja implantado - risco de parada sinusal);

-distúrbios graves de condução atrioventricular (bloqueios atrioventriculares de alto grau, bloqueios bi ou trifasciculares);

-doença tireoidiana presente ou anterior. Em caso de dúvida (antecedentes incertos, história tireoidiana familiar) avaliar a função glandular antes de iniciar o tratamento;

-associação com medicamentos que possam induzir 'torsade de pointes', inclusive outros antiarrítmicos.

A administração intravenosa é contra-indicada em caso de hipotensão, insuficiência respiratória grave, miocardiopatia ou insuficiência cardíaca.


Bicarbonato de sódio=corrige a acidose mista9metabólica e respirátória)pouco o2 e muito co2.Tampão que equilibra a acidose ph.

Dexametasona(decadron)

Indicações


Condições nas quais os efeitos antiinflamatórios e imunossupressores dos corticosteróides são desejados, especialmente para tratamento intensivo durante períodos mais curtos.

Indicações específicas:

Alergopatias: Controle de afecções alérgicas graves ou incapacitantes, não- suscetíveis às tentativas adequadas de tratamento convencional em: rinite alérgica sazonal ou perene, asma brônquica , dermatite de contato , dermatite atópica , doença do soro , reações de hipersensibilidade a medicamentos.

Doenças reumáticas : Como terapia auxiliar na administração a curto prazo durante episódio agudo ou exacerbação de: artrite psoriática, artrite reumatóide , incluindo artrite reumatóide juvenil (casos selecionados podem requerer terapia de manutenção de baixa dose), espondilite ancilosante, bursite aguda e subaguda, tenossinovite aguda inespecífica, artrite gotosa aguda, osteoartrite pós-traumática, sinovite ou osteoartrite , epicondilite.

Dermatopatias : Pênfigo , dermatite herpetiforme bolhosa, eritema polimorfo grave (síndrome de Stevens-Johnson), dermatite esfoliativa , micose fungóide , psoríase grave, dermatite seborréica grave.

Oftalmopatias : Processos alérgicos e inflamatórios graves, agudos e crônicos, envolvendo o olho e seus anexos tais como: conjuntivite alérgica , ceratite , úlceras marginais corneanas alérgicas, herpes zoster oftálmico , irite e iridociclite , coriorretinite , inflamação do segmento anterior do olho, uveíte e coroidite posteriores difusas, neurite óptica , oftalmia simpática .

Endocrinopatias : Insuficiência adrenocortical primária ou secundária ( hidrocortisona ou cortisona como primeira escolha; análogos sintéticos devem ser usados em conjunção com mineralocorticóides onde aplicável; na infância, a suplementação mineralocorticóide é de particular importância), hiperplasia adrenal congênita, tireoidite não-supurativa, hipercalcemia associada a câncer .

Pneumopatias : Sarcoidose sintomática, síndrome de Loeffler não-controlável por outros meios, beriliose , tuberculose pulmonar fulminante ou disseminada, quando simultaneamente acompanhada de quimioterapia antituberculosa adequada, pneumonia aspirativa .

Hemopatias: Púrpura trombocitopênica idiopática em adulto, trombocitopenia secundária em adultos, anemia hemolítica adquirida (auto-imune), eritroblastopenia (anemia por deficiência de hemácias), anemia hipoplástica congênita (eritróide).

Doenças Neoplásicas: No tratamento paliativo de leucemias e linfomas do adulto e leucemia aguda da infância.

Estados Edematosos: Para induzir diurese ou remissão da proteinúria na síndrome nefrótica sem uremia, do tipo idiopático ou devido ao lupus eritematoso.

Edema Cerebral: DECADRON comprimidos/elixir pode ser usado para tratar pacientes com edema cerebral de várias causas. Os pacientes com edema cerebral associado a tumores cerebrais primários ou metastáticos podem beneficiar-se da administração oral de DECADRON comprimidos/elixir. DECADRON comprimidos/elixir também pode ser utilizado no pré-operatório de pacientes com aumento da pressão intracraniana secundário a tumores cerebrais ou como medida paliativa em pacientes com neoplasias cerebrais inoperáveis ou recidivantes e no controle do edema cerebral associado com cirurgia neurológica. Alguns pacientes com edema cerebral causado por lesão cefálica ou pseudotumores do cérebro podem também se beneficiar da terapia com DECADRON comprimidos/elixir por via oral. O uso de DECADRON comprimidos/elixir no edema cerebral não constitui substituto de cuidadosa avaliação neurológica e controle definitivo, tal como neurocirurgia ou outros tratamentos específicos.

Doenças Gastrintestinais: Para auxílio durante o período crítico de colite ulcerativa e enterite regional .

Várias: Meningite tuberculosa ou com bloqueio subaracnóide ou bloqueio de drenagem, quando simultaneamente acompanhado por adequada quimioterapia antituberculosa. Triquinose com comprometimento neurológico ou miocárdico. Durante a exacerbação ou como tratamento de manutenção em determinados casos de lupus eritematoso e cardite aguda reumática.

Prova Diagnóstica da Hiperfunção Adrenocortical .


Contra-Indicações


Infecções fúngicas sistêmicas, hipersensibilidade a sulfitos ou a qualquer outro componente do medicamento (vide item 'Advertências') e administração de vacinas de vírus vivo (vide item 'Advertências').


Dobutamina(dobutrex)

Forma de Administração
Via injetável

Indicações


INDICAÇÕES

A dobutamina é indicada quando é necessário o suporte inotrópico para o tratamento de pacientes com estados de hipoperfusão nos quais o débito cardíaco é insuficiente para suportar as demandas circulatórias. É indicada também quando é necessário o suporte inotrópico para o tratamento de pacientes nos quais a pressão de enchimento ventricular anormalmente aumentada pode levar a um risco de congestão pulmonar e edema.

A dobutamina é usada para aumentar a contratilidade cardíaca na insuficiência cardíaca aguda resultante tanto de doença cardíaca orgânica como de procedimentos cirÚrgicos cardíacos.

É utilizada também no tratamento a curto prazo para aumentar a contratilidade cardíaca na descompensação cardíaca da insuficiência cardíaca congestiva ou na contratilidade deprimida devido a uma cirurgia cardíaca ou a uma cirurgia vascular de grande porte. A experiência com dobutamina intravenosa em ensaios controlados não se estende além de 48 horas de administração.

Contra-Indicações


A dobutamina está contra-indicada em casos de estenose subaórtica hipertrófica idiopática (a obstrução pode aumentar), feocromocitoma (pode ocorrer hipertensão grave), taquiarritmias ou fibrilação ventricular (pode ocorrer exacerbação da arritmia) e em pacientes com hipersensibilidade à dobutamina.

Também não deve ser utilizada em pacientes com cardiomiopatia hipertrófica obstrutiva.


Midazolam
Forma de Administração
Uso oral

Indicações

Dormonid® ( midazolam ) injetável é uma droga indutora de sono de ação curta que é indicada em pacientes adultos, pediátricos e neonatos para:

- Sedação consciente antes de procedimentos diagnósticos ou terapêuticos com ou sem anestesia local (administração I.V.).

- Pré-medicação antes de indução anestésica (incluindo administração I.M. ou retal em crianças).

- Indução e manutenção de anestesia. Como um agente indutor em adultos em anestesia inalatória ou um componente sedativo em anestesia combinada, incluindo anestesia intravenosa total (injeção I.V., infusão I.V.).

- Ataranalgesia em combinação com cetamina em crianças (administração I.M.).

- Sedações prolongadas em unidades de terapia intensiva (administração I.V. como injeção em bolus ou infusão contínua).

Dormonid® ( midazolam )comprimidos de 7,5 mg e 15 mg é medicamento de uso adulto, indicado para o tratamento de curta duração da insônia. Os benzodiazepínicos são indicados apenas quando o transtorno submete o indivíduo a extremo desconforto, é grave ou incapacitante.

Sedação, antecedendo procedimentos cirúrgicos ou diagnósticos.

Contra-Indicações


Dormonid® (midazolam) injetável: é contra-indicado em pacientes com conhecida hipersensibilidade aos benzodiazepínicos ou a qualquer componente do produto.

Dormonid® (midazolam) comprimidos de 7,5 mg e 15 mg é contra-indicado em pacientes nas seguintes condições:

* Insuficiência respiratória grave;
* Insuficiência hepática grave;
* Síndrome de apnéia do sono;
* Crianças;
* Pacientes com hipersensibilidade conhecida a benzodiazepínicos ou a qualquer componente do medicamento;

Miastenia gravis.


FENERGAN(prometazina)

Composição
cada comprimido contém 25 mg de cloridrato deprometazina. Cada ampola contém 50 mg (2 ml) de cloridrato de prometazina.

(A administração endovenosa deste produto é bem tolerada, mas não é isenta de riscos. Administração subcutânea e/ou intra-arterial não deve ser utilizada)

Contra-Indicações
pacientes com conhecida hipersensibilidade à prometazina ou outros derivados fenotiazínicos, assim como aos portadores de discrasias sangüíneas. Ligadas a efeito anticolinérgico: glaucoma por fechadura de ângulo; pacientes com risco de retenção urinária ligado a distúrbios uretroprostáticos.

FENERGAN - Indicações
é indicado no tratamento sintomático de todos os distúrbios incluídos no grupo das reações anafiláticas e alérgicas. Graças à sua atividade antiemética, é utilizado também na prevenção de vômitos do pós- operatório e dos enjôos de viagens. Pode ser utilizado, ainda, na pré-anestesia e na potencialização de analgésicos, devido à sua ação sedativa.

Hidrocortisona(flebocorthid)

corticosteróide

Genérico:cortisonal,cortizol,hidrocortex

indicações:controle da insuficiencia adrenocortical

Contra-indicações:Algumas formulações contêm alcool,bissulfitos ou tartrazina e o seu uso deve ser evitado em pacientes com hipersensibilidade ou intolerância prévia.Infecções ativassem controle(exceto em pacientes que estejam recebendo tratamento p/ meningite tuberculosa).

FENOBARBITAL(gardenal)
antiepilético

Genérico:barbitron,edhanol,fenocris

indicações:Anticonvulsivante

Contra-indicações:Hipersensibiidade,intolerancia prévia ao alcool.dor severa sem controle.pacientes comatosos ou com depressão do SNC preexistente.Lactação


Cedilanide-desacetil-lanatosídio c

cardiotonico digitálico

Indicações: ICC aguda ou cronca de todos os tipo.Taquicardia


Contra-indicações: Bloqueio AV.Parada sinusal excessiva.


Gluconato de cálcio-recalcificante

Indicações:tratamento de emergencia de hipocalcemia,adjuvante na parada cardiaca

Contra-Indicações:Hipercalcemia,cálculo renal,fibrilação ventricular

Heparina

Indicações


Liquemine® I.V.

Tratamento e profilaxia das afecções tromboembólicas de qualquer etiologia e localização, bem como após um tratamento trombolítico, com estreptoquinase, por exemplo, na coagulação intravascular disseminada, no infarto do miocárdio, na inibição da coagulação ao utilizar a circulação extracorpórea ou a hemodiálise. Profilaxia e terapêutica das hiperlipidemias.

Liquemine® subcutâneo

Profilaxia das tromboses artério-venosas e da embolia pulmonar.

Contra-Indicações


O Liquemine® ( heparina sódica) está contra-indicado na diátese hemorrágica, nas hemorragias cerebrais, nas coagulopatias graves, na insuficiência hepática e renal grave, na hipertensão grave, em pacientes com úlceras, em presença de tumores malignos com permeabilidade capilar elevada do aparelho digestivo, na trombocitopenia, na endocardite bacteriana subaguda, a pacientes que sofreram intervenções cirúrgicas oculares, do cérebro, ou da medula espinhal (alto risco de hemorragias tardias), aborto iminente e hipersensibilidade reconhecida à heparina.


Fenitoina(hidantal)
antiepilético


Indicações:como antiarritmico tbm

contra-Indicações:Hipersensibilidade a droga,intolerancia ao alcool.

Furosemida(lasix)

Indicações


LASIX® solução injetável (furosemida) está indicado nos casos:

- edemas devido a doenças cardíacas e doenças hepáticas (ascite);

- edemas devido a doenças renais (na síndrome nefrótica, a terapia da doença causal tem prioridade);

- insuficiência cardíaca aguda, especialmente no edema pulmonar (administração conjunta com outras medidas terapêuticas);

- eliminação urinária reduzida devido à gestose (após restauração do volume de líquidos ao normal);

- edemas cerebrais como medida de suporte;

- edemas devido a queimaduras;

- crises hipertensivas (em adição a outras medidas anti-hipertensivas);

- indução de diurese forçada em envenenamentos.


Contra-Indicações


LASIX® solução injetável (furosemida) não deve ser usado em pacientes com:

- insuficiência renal com anúria;

- pré-coma e coma hepático associado com encefalopatia hepática;

- hipopotassemia severa;

- hiponatremia grave;

- hipovolemia (com ou sem hipotensão) ou desidratação;

- hipersensibilidade à furosemida, às sulfonamidas e aos componentes da fórmula.

LASIX® (furosemida) não deve ser utilizado por lactantes.

LASIX® solução injetável (furosemida) não deve ser administrado em bolus. Somente deve ser utilizado em infusão com bombas de controle de volume e de velocidade de infusão para reduzir o risco de superdosagem acidental.

Entradas relacionadas: